Translate

domingo, 18 de dezembro de 2016

Resenha: Valsa Maldita

Valsa Maldita
Tess Gerritsen
Record

 Li este livro em poucas horas. Sim, poucas horas, tão fascinante que é! O livro é um relato paralelo das vidas de Julia Ansdell, uma violinista que encontra uma partitura pela qual se apaixona em um antiquário em Roma, é Lorenzo Todesco, o jovem, também violinista, que a escreveu. 
 Ao tocar a valsa, coisas estranhas acontecem e Julia começa a procurar respostas. Aparentemente sua filha Lilly, de apenas três anos, é afetada nefastamente pela música, Incendio, e várias agressões são sofridas por Julia que crê que a pequena não a ama mais e tem algo de maligno dentro de si. Todas essas conjecturas nos levam a conhecer a comovente história de Lorenzo, que fora levado a um "campo de concentração" e forçado a tocar, junto a outros músicos, para os nazistas nos idos anos de 1943 e 1944. Eles tocavam muito alto para que os nazistas não ouvissem os gritos dos prisioneiros que, sobrevivendo a torturas e mesmo à tentativas de execução, eram cremados vivos em San Sabba.
 Nas idas e vindas em busca da verdade, Julia acaba descobrindo poderia ser a chave da descoberta de um oficial nazista, criminoso, que se escondera por muito tempo e cujo neto está prestes a se tornar primeiro ministro na Itália.
 Mas muita coisa está por trás da descoberta de Incendio. Nada é o que parece.
  Um livro realmente muito envolvente, que nos leva às agruras da II Guerra mundial e às injustiças ocorridas na época. A família de Lorenzo, judia de Veneza, fora levada para a Polônia, onde foi morta, sendo Lorenzo separado dela por ser violinista. Incendio, a valsa composta na trama por Lorenzo, foi na vida real composta pela própria autora, Tess Gerritsen. No livro ela era uma espécie de tributo aos que perdiam suas vidas em San Sabba.
 Recomendadíssimo! 

 A violinista Yi-Jia Susanne Hou executa magistralmente Inferno. Para escutar uma amostra ou para download acessem:


Tess Gerritsen, ao piano, e Joerg Widmoser, ao violino, executando Incendio:


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário