Translate

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Resenha:

A Última Carta de Amor (The Last Letter From Your Lover)
Jojo Moyes
Editora Intrínseca
378 páginas

 1960. Jennnifer Stirling acorda em um quarto de hospital. Não se lembra de quem é ou do que lhe aconteceu. Tudo o que sabe é que sofreu um acidente, que é casada, que tem mãe... tudo isso pelo que lhe dizem. Sua mente é uma névoa. Flashes de sua vida aparecem ocasionalmente, mas tudo é muito dúbio...

Ellie Haworth está vivendo um relacionamento com um homem casado. Por isso, quando ela descobre uma carta  de amor datada de 4 de outubro de 1960 perdida entre uma pasta surrada que está em uma cauxa vinda dos arquivos do jornal onde trabalha, o Nation, se sente emocionada.. A carta está assinada apenas como "B". Ele está partindo e propõe à amada que vá com ele. Ellie percebe que é uma ralação proibida, que a mulher é comprometida., o que faz com que, de certa forma, se identifique com o autor anônimo.. Ellie então começa uma longa busca, em que pretende descobrir mais sobre aquele romance. Ela deseja reunir aqueles corações apaixonados, talvez espelhando-se em seu próprio relacionamento.
 É uma história de amor e perda que Jojo Moyes nos trás, escrita com o coração, como todos os seus livros o são. Para os românticos, é um sonho; para os práticos, um prazer. Um livro extremamente fácil de ser lido, comovente  e deliciosamente cativante.
 O primeiro livro de Jojo Moyes que li, Em Busca de Abrigo
Moyes, publicado pela Bertrand Brasil, foi uma grata surpresa em uma época de minha vida onde eu achava que nada mais despertaria minha vontade de prosseguir em minha carreira literária. Confesso que me tornei fã desta escritora pela sua simplicidade e capacidade de trazer até o leitor sentimentos como amor, perda e, talvez, redenção, sentimentos estes que estão um tanto quanto perdidos nos dias de hoje. Recomendo que leiam esse livro, leiam com o coração aberto; entreguem-se à narrativa, deixando de lado os entraves da vida.


  Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres, no Reino Unido. Estudou jornalismo e foi correspondente do jornal The Independent até 2002, quando publicou o seu primeiro romance, Sheltering Rain, e resolveu dedicar-se à escrita a tempo inteiro. Publicou depois Foreign Fruit (2003), The Peacock Emporium (2004), The Ship of Brides (2005), Silver Bay – A Baía do Desejo (2007) e Um Violino na Noite (2008). Com Foreign Fruit obteve o prémio Romantic Novel of the Year, para o qual esteve também nomeada por The Ship of Brides e por Silver Bay – A Baía do Desejo. 


Editora Intrínseca 

Jojo Moyes Web Site 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog